Lua Cheia, 25/12, às 9:11, horário de verão, em Sampa





Por Patrícia Mattar Oliva

O Grande Mistério

Se cifra
Em sonho
Emoção
Cuidado

O Grande Mistério

A gente reza
Arco
Flecha
Decisão

O Grande Mistério

Se cala
Nuvem
Por de sol
Alvorada

O Grande Mistério

Resiste
Ruga
Cicatriz
Acidente

O Grande Mistério

Acontece
Tempo
Verdade
Eterna

cerimônia do chá na lua cheia! dia 25/12 ás 17:00



sexta-feira, 25/12, 17h



Contribuição: Comes e Bebes
Entrada pela Rua João Alberto Moreira, 50 (mapa)
próx. Metrô Vila Madalena


Lua Nova dia 11/12 às 8:29, horário de verão em Sampa.





Por Patrícia Mattar Oliva

Sol, Lua, Saturno em Sagitário. Marte em Libra, oposto a Urano em Áries.

“quando eu penso no futuro/ não esqueço meu passado”
dança da solidão – paulinho da viola

Arqueiro e cavalo
Tempo
Ferida flecha
Passado

Quantas faces
Ladeiam
Unir
Missão do arqueiro

Arqueiro
Bate criança
Tumulto
Revolta interna

Recolhe
Olha
Eternidade
Alvo pleno

Eternidade
Alvo certeiro
Mesmo que tudo
Passageiro

Lua Cheia, dia 25/11, às 20:43, horário de verão, em Sampa.





Por Patrícia Mattar Oliva


Tudo cresce
Tudo míngua
Tudo morre
Tudo tece

O que sabemos
Nós
Da Teia que a Vida
Cresce?

Coletivo de Eu
É Nós

Na teia

Voar
Ver de longe
Voltar
Presente

Cultivar
Cultura
Para  ver
No futuro

mergulho na paz na lua cheia



quarta-feira, 25/11, 20h30



Contribuição: Comes e Bebes
Entrada pela Rua João Alberto Moreira, 50 (mapa)
próx. Metrô Vila Madalena


Lua Nova, dia 11/11 às 15:47, horário de verão, em Sampa





Por Patrícia Mattar Oliva

Sol, Lua e Mercúrio em Escorpião.


Mergulha
Em ti
Nomeia
Sentimento

Em ti
Habita
Toda
Emoção

Toda
Vida
Todo
Excremento

Fareja
Motivo
Levanta
Revolução

Integra
Sentido
Perdoa
Coração

Lua cheia, dia 27/10 ás 10:05, horário de verão, em Sampa




Por Patrícia Mattar Oliva


Sol em Escorpião, Lua em Touro. Vênus, Marte, Júpiter conjutos em Virgem.




A impermanência da matéria


Mundo mágico
Na distância
Da ideia
De permanência

Mundo concreto
Quer permanência
Ai de nós
Sempre
Sós

Tempo
Explosão
Tudo
Expandindo

Semente
Sente
Vida
Eterna

Toca
Brota
Tudo
Tuco

máquina tanguera na lua cheia



terça, 27/10, 20h30



Nesta Lua Cheia, Paulo Masella apresentará seu trabalho "O processo explosivo do bandoneón na formatação do tango", em seguida, teremos um pequeno concerto de bandoneón solo com Martín Sued.

Contribuição: Comes e Bebes
Entrada pela Rua João Alberto Moreira, 50 (mapa)
próx. Metrô Vila Madalena


------
O processo explosivo do bandoneón na formatação do tango

Processo explosivo é o termo utilizado por Iúri Lótman para descrever as mudanças qualitativas que ocorrem em um sistema de comunicação e cultura pela introdução de uma informação nova, forçando-o a reestruturar seus estratos semióticos. Diversamente dos processos graduais, os explosivos são imprevistos e, em certa medida, intraduzíveis, expressando a condição de ambiguidade da fronteira que realiza a função tradutória entre o próprio e o estrangeiro. Neste artigo, busca-se associar o estrangeiro bandoneón ao processo explosivo que teria formatado o tango, atribuindo-lhe um traço distintivo que perdura até hoje como um signo próprio do tango.

MASELLA LOPES, P. R. O processo explosivo do bandoneón na formatação do tango. Galaxia (São Paulo, Online), n. 29, p. 250-261, jun. 2015. http://dx.doi.org/10.1590/1982-5542015120221 ISSN 1982-2553

Artigo publicado a partir da tese de doutorado em Ciências da Comunicação pela ECA-USP, sob o título: “A função epistemológica do estrangeiro no espaço semiótico da máquina comunicacional tanguera.”
http://dedalus.usp.br/F/Y7NUIRMQKCD5PMJG7BRBIELIE7NQEADI3E9JK43G6BPJJ53P1K-13961?func=full-set-set&set_number=057869&set_entry=000001&format=999


----
Martín Sued

Martín Sued se apresenta como bandoneonista, compositor e diretor musical. Dentre seus principais trabalhos se encontra o quarteto instrumental TATADIOS, que se consolidou em 2007 com um repertório formado por composições próprias com clara raiz na música popular argentina/conosurenha e um enfoque livre, pessoal e atual. O grupo possui dois discos “Crecida” (2009) e “Panal” (2013) e realizou turnês pelo interior da Argentina, Brasil, Uruguai e Europa.

Desde 2007 integra o Dúo Sued-Nikitoff, cujo repertório mescla composições de grandes referências do tango, de própria autoria e de músicas comuns ao gênero, focando explorar novas possibilidades expressivas.

Em 2013, forma o Dúo Sued Sued, ao lado de Natalio Sued. Neste projeto, além de criar versões de tangos explorando a riqueza tímbrica desta formação atípica, Martín propõe arranjar e adaptar alumas de suas músicas à uma linguagem mais próxima do jazz. Em 2014 realizaram sua 1ª turnê europeia.

Atualmente tem aprofundado seu projeto solo, ampliando seu repertório autoral e criando versões para obras de compositores como Spinetta e Pixinguinha. Gravou no início do ano seu primeiro material de músicas para bandoneón solo que já foi apresentado na Europa e no Brasil.

Tem sido presente em palcos e/ou gravações com artistas como: Daniel Binelli, Mauricio Pereira, Arthur de Faria, Mono Fontana, Osvaldo Fatturoso, Liliana Herrero, Adrián Iaies, Ricardo Vilca, Arbolito, Alberto Favero, Sergio Verdinelli, Caito Marcondes, Tincho Acosta, entre outros.

https://www.youtube.com/watch?v=w5Tzg7OlNWE

https://www.youtube.com/watch?v=cKkM5dyMz-8

Lua Nova, dia 12/10 às 21:05, em Sampa





Por Patrícia Mattar Oliva

Sol, Lua, Mercúrio em Libra
Vênus, Marte e Júpiter em Virgem

“e tem piriri tem lombriga tem ameba
só a bailarina que não tem”
ciranda da bailarina – chico buarque

é lindo ver o ser humano buscar harmonia

alma arma sina
zarolhos somos
se o olhar
for para si

sonho diluir
espelho parceiro
enfim o laço abraça
negar si

relação
que tanta negação
música estelar
lá sol si

justiça feita
o outro tem razão
eu sou o outro
em questão

sem outro como sou?
como soa a música estelar?
unicórdia todo tempo
pra pensar

haja julgamento!

Lua Cheia dia 27/09 às 23:50 em Sampa.





Por Patrícia Mattar Oliva


Sol e Mercúrio em Libra, Lua e Urano em Áries.
 
“então, eu te olharei com teus olhos e tu me olharás com os meus”
jacob levi moreno
 
Tudo que brota
Explode de vida
Quer vingar
Mesmo ferida
 
Discernir
Diferenciar o cerne
Colocar na balança
Ponderar
 
Todo juízo
Depende do olhar
Dado ao fato
A se julgar
 
Harmonizar
Equilibrar
Considerar
Um outro olhar
 
O olhar do juiz
Fala de si
Dos valores
Apreendidos
 
Fossem absolutos
Os valores
Nem precisava
Julgamento
 
Eclipse Lunar
Terra joga sombra na Lua
Sem sombra de dúvida
Espetacular
 

encontro na lua cheia: domingo, às 20:30! traga comes e bebes




Domingo, 20h30
Cinema no Elipse Lunar


Lua Nova dia 13/09 às 3:41, em Sampa





Por Patrícia Mattar Oliva



Tudo porque a fertilidade
Faz pensar em utilidade

usar fruir cuidar: nada tão lúcido
carece esperar para ver brotar
fertilidade gérmen gente
só porque sou gente
ou me considero gente

além da gente existe tudo
considerar: siderar junto
como o cheiro
da flor de jabuticaba
considerável, sideral

tá certo que utilidade
é conceito relativo
quanto mais zoom out
mais relativo
zoom in, definitivo

e o cheiro da jabuticaba
mistura com o leite na roupa
tal qual fertilidade
transparência da vida
inútil querer decifrar

Lua Cheia dia 29/08 às 15:35 em Sampa.




Por Patrícia Mattar Oliva


Sol e Júpiter em Virgem,
Lua e Netuno em Peixes

“enquanto os homens exercem
seus podres poderes
morrer e matar de fome
de raiva e de sede
são tantas vezes
gestos naturais”
(podres poderes – caetano veloso)

ser rei e servir o reino
discernir alimento e veneno
quem nasceu primeiro?
rei ou reino?

líderes no alto
da pirâmide do poder
usam medo e sobressalto
para lá permanecer
leis e tradições
apontam para a manutenção
da estrutura de poder
das leis e tradições

arte e inspiração
contam em sonhos o caminho
para mudança de direção
das leis e tradições

quem dera
cada um possa encontrar
o reino dos sonhos
e juntos sonhar

MPB na Lua Cheia




Contribuição: Comes e Bebes
Entrada pela Rua João Alberto Moreira, 50 (mapa)
próx. Metrô Vila Madalena


Lua Nova dia 14/08 às 11:53 em Sampa.





Por Patrícia Mattar Oliva


Marte, Sol, Lua e Vênus em Leão

criação criança criatura
o grande mistério desdobra-se espiral
em infinitas formas
face dobradura
cada um
poder

e cada um quer manter
como se fosse único o poder pessoal
de infinitas formas
digna nobreza
brilha o sol
cristal

e saber quem de fato se é
uma onda uma face um tom uma cor
 entre infinitas formas
poder dignidade
se torna
real

o grande mistério desvela
como se fosse universo o poder pessoal
de infinitas formas
uma das faces
desdobra-se
em som
sol

Lua Cheia, dia 31/07, às 7:43 em Sampa





Por Patrícia Mattar Oliva


Sol, Júpiter, Mercúrio em Leão; Lua Cheia em Aquário.

coração destrambelhado

vida eterna
de pai para
filho
fi-lo porque qui-lo

com quantos quadros
se faz
caricatura
ou criatura

de si mesmo
para o mundo
seja mundo
o que for

cada um escreve
a vida
como pode como entende
como quer

Lua Jã - Castañas de Cajú (ARG)




Sexta, 31/07, 20h30
Castañas de Cajú apresenta:
Pequeñas Resistencias na Lua Cheia


Contribuição: Comes e Bebes
Entrada pela Rua João Alberto Moreira, 50 (mapa)
próx. Metrô Vila Madalena



Lua Nova dia 15/07 às 22:24, em Sampa





Por Patrícia Mattar Oliva


Mercúrio, Marte, Sol e Lua em Câncer.

Vida
Sozinha
Se mantém

Muda a forma

Manter
A forma
Semente tem

Espécie

Cuidar
Da forma
De toda vida

Corrente

Terra viva
Água viva
Humano descuido

Piração da mente

Lua Cheia dia 01/07 às 23:20 em Sampa





Por Patrícia Mattar Oliva

Sol e Marte em Câncer
Em Capricórnio, Lua e Plutão
Vênus e Júpiter
Conjuntos em Leão.
 
Concentração
Mudança de rumo
Foco, ação
Muita aventura
 
Vida ecoa
 
Vai e vem
Eternidade se sente
A cada segundo
A cada poente
 
Vida corre
 
Ritmo puro
Passado se faz
Presente no futuro
Fecundo de si mesmo
 
Vida perpetua

quarta feira, nelson ayres e fábio torres na lua cheia




Nelson Ayres e Fábio Torres na Lua Cheia, 
quarta, 01/07, 20h30
Contribuição: Comes e Bebes
Entrada pela Rua João Alberto Moreira, 50 (mapa)
próx. Metrô Vila Madalena



Lua Nova dia 16/06 às 11:05 em Sampa




Por Patrícia Mattar Oliva


Mercúrio, Marte, Sol e Lua em Gêmeos.

o que pensar
quando a urgência
do mundo
invade o centro
divide o foco
provoca incêndio

quando só se queria
caminhar em beleza
subir a montanha
viver a grandeza
de todos os sonhos
de realeza

deixar passar
o afobamento
ficar transparente
por um momento
mudar o rumo
do movimento

Lua Cheia dia 02/06 às 13:19, em Sampa






Por Patrícia Mattar Oliva,


Sol, Mercúrio e Marte em Gêmeos, Lua em Sagitário.


Palavra afiada
Abre caminho certeiro
Para personalidade
Incerta

Verdade
Defendida
Pela razão
É relativa

Hábito
Perpetuado
Por repetição
Vira lei

Tudo
Invenção
Humana
Discurso

O princípio
Do discernimento
É desligar-se
De dogmas

Seguir
O curso
Da mansidão
Única solução

Há de se ser livre
Até do destino
Do futuro
Da visão

Lua Jã - Paulo Freire em Cunhado de Lobisomem





Paulo Freire em Cunhado de Lobisomem
terça, 02/06 às 20:30


Contribuição: Comes e Bebes
Entrada pela Rua João Alberto Moreira, 50 (mapa)
próx. Metrô Vila Madalena



Lua Nova dia 18/05 às 1:13, em Sampa




Por Patrícia Mattar Oliva

Lua e Sol conjuntos em Touro, Marte e Mercúrio em Gêmeos.


magia
do céu
na sua
garganta

tudo
é som
ecoa
reverbera

palavra
pensada
falada
cantada

cria
forma
imagem
matéria

cuidar
do canto
da fala
pensamento

Lua cheia dia 04/05 às 0:42 em Sampa.




Por Patrícia Mattar Oliva

Sol e Lua opostos em quadrado com Júpiter

nada existe
mais definitivo
que outro nada

tudo é singular

tem singularidade
que se curva
em nada

tudo tão definitivo

como um segundo
e cada segundo
é singular

colecionar segundos

acumular memória
corpo alma
sonhos imortais

Itinerários, poesias e canções na Lua Cheia



Segunda, 04/05, 20h30

Contribuição: Comes e Bebes
Entrada pela Rua João Alberto Moreira, 50 (mapa)
próx. Metrô Vila Madalena



Música Jã - Alexandre Ribeiro




Lua Nova dia 18/04 às 15:56, em Sampa.





Por Patrícia Mattar Oliva


Sol, Lua e Urano em Áries

defesa da certeza
cega para a beleza
de outra natureza

mentirosos somos
em nossas verdades
absolutas, absurdas

limite que nos impomos
a outros propomos
como liberdades

absorta paisagem
permanece vai e vem
rochedo à beira mar

estar sem ser
enxergar sem ver
rochedo à beira mar

mar fecundo e solitário
mar de dia, mar de noite
noite e dia, sem parar

estar presente
brilho no ar
rochedo à beira mar

Lua Cheia dia 04/04 às 9:06 em Sampa.




Por Patrícia Mattar Oliva


faca entre os dentes
espada na mão
sangue nos olhos
em nome da paz

doce ilusão

puro eu sou
sem má intenção
toda maldade
vem do outro cidadão

enganação

certeza absoluta
defesa de opinião
ou está comigo
ou é traição

esquizofrênica civilização

herói solitário
cegueira da paixão
seja muçulmano
ou alemão

decadente situação

manifestar vida
ser o que é
seição
ser são

consideração

herói solidário
se entrega ao todo
mas depende
de cada um

contradição

Reggae & Blues na Lua Cheia




Sábado, 04/04, 17h


Contribuição: Comes e Bebes
Entrada pela Rua João Alberto Moreira, 50 (mapa)
próx. Metrô Vila Madalena



Lua Nova dia 20/03 às 6:36 em Sampa.




Por Patrícia Mattar Oliva


Eclipse total do Sol
Equinócio de Outono no Hemisfério Sul
Sol e Lua se juntam
no último grau de Peixes

Lua Nova
Equinócio
Eclipse

Tudo suspira
Para exalar
Sonho em passos

Espera
Em compasso
Transmutar

Gestação
A bolsa romper
Opção do nascido

Nem preciso falar

Lua Cheia dia 05/03 às 15:05 em Sampa




Por Patrícia Mattar Oliva



Sol em Peixes
Oposto à Lua em Virgo
Quadrado a Saturno em Sagitário
Netuno também em Peixes

Iludir
Ludibriar
O Divino
Olhar

Bobagem
O Divino está
Nas células
De tudo

Do Todo
Ao Nada
Às múltiplas
Visões

Do Ser
Dos Seres
Que nos habitam
O estar

Eu e você
 A gente se vê
Iludir
O Divino

Inútil Miragem
Mira o céu
 Seu destino
Divina Paisagem

Lua Jã - Mergulho Imaginário




Lua nova dia 18/02 às 21:47, horário de verão em Sampa




Por Patrícia Mattar Oliva


Júpiter, Saturno e Urano
Em Fogo
Conversam

Individual Querer
 Em Foco
Revolta

Estar
In loco
Coagular

Lua e Sol
Juntos
Peixes

Crer
Uno
Solver
  
Verbo
Reverso
Solver Coagular

Lua Cheia dia 03/02 às 21:09, horário de verão em Sampa.





Por Patrícia Mattar Oliva

Lua e Júpiter em Leão opostos ao Sol em Aquário

Saber
Pertencer
Independente
Tribo

Pertencer
 Vida
 Humanidade
Terra

Pertencer
Cosmos
Ser
Pertinente

Libertar
Cultura
Hábito
Religião

Livrar
Postura
Impostora
Razão

Quem sabe
Assim
Livrar-se
De mim

Ser rei
ou
Ser
Vidão 

sem palavras lua cheia




Lua Nova dia 20/01 às 11:13, horário de verão, em Sampa.




Por Patrícia Mattar Oliva

Sol e Lua, Mercúrio e Vênus em Aquário.

Livre
Ar
Se
For

Livre
Voar
Sem
Dor

Raiz
No ar
Sem
Teto

Verbo
Soar
Tom
Cor

Capta
No ar
Uno
Amor