Cinema Jã - Vinicius



Terça-feira, 04/09, 20h


Ficha Técnica
Diretor: Miguel Faria Jr.
Elenco: Ricardo Blat, Camila Morgado, Antonio Candido e outros
Duração: 124 min
Ano de produção: 2005
Gênero: Documentário




A montagem de um show é o ponto de partida para a reconstituição de uma trajetória sem paralelos no cenário cultural do país. A vida, os amigos, os amores de Vinicius de Moraes, autor de mais de 400 poesias e cerca de 400 letras de música. A essência criativa do artista e filósofo do cotidiano e as transformações do Rio de Janeiro através de raras imagens de arquivo, entrevistas e interpretação de muitos de seus clássicos.


Com depoimentos comoventes e curiosos de amigos e grandes personalidades brasileiras como Caetano Veloso, Ferreira Gullar, Gilberto Gil, Maria Bethânia, Tônia Carrero, Toquinho, Carlos Lyra, Antônio Candido, Edu Lobo, Francis Hime e Miúcha, o longa traz interpretações de Camila Morgado – que se destacou por seu trabalho na minissérie “A Casa das Sete Mulheres” – e de Ricardo Blat, ator com sólida formação teatral e que realizou diversos trabalhos no cinema e na TV, como por exemplo na minissérie global “Hoje É Dia de Maria”. Trata-se de um "show", que alinhava o documentário, com os atores dizendo poemas e grandes músicos da MPB – Adriana Calcanhoto, Olívia Byington, Zeca Pagodinho, Yamandú Costa, Renato Braz, Mônica Salmaso, Mariana de Maraes, Sergio Cassiano, MS Bom, Nego Jeif, Lerov e Mart´Nália – interpretando grandes sucessos musicais de Vinicius.

Nascido em 1913 no Rio de Janeiro de família de classe média, Vinicius de Moraes foi testemunha e personagem de importantes transformações na cidade e desenvolveu um dos percursos mais originais e fecundos da cena cultural brasileira do século XX. Grande poeta, com inúmeros livros publicados e diplomata, ousou em 1956 reunir a cultura erudita e popular no musical Orfeu da Conceição, cujo filme que ganhou a Palma de Ouro no Festival de Cannes, em 1956, além de um Oscar de Melhor Filme Estrangeiro. Nem é preciso dizer que a canção “Garota de Ipanema”, que criou em parceria com Tom Jobim é uma das músicas mais tocadas em todo o mundo, em todos os tempos.

O longa não se limita  à vida artística de Vinicius, mas revela também sua vida pessoal, marcada por paixões, casamentos, filhos e amizades retratados por raridades pesquisadas em arquivos  fruto de depoimentos de amigos e familiares.

Texto: Paula Dip



Entrada pela Rua João Moura, 2360.(mapa)
próx. Metrô Vila Madalena


Contribuição: Cerveja em lata

Lembrete: nossas sessões são realizadas ao ar livre portanto se no dia estiver frio, venha bem agasalhado.

Lua Cheia dia 31/08 às 10h58 em Sampa



Por Patrícia Mattar Oliva



“diz o I Ching/ divino é saber/ o que distingue/ você de você/ você dos outros/ do outro você/ você do mundo/ do você do ser” – Você e Você – Gilberto Gil


Urano em Áries quadratura com Plutão em Capricónio na segunda Lua Cheia do mês!

Sobre a inconsistência e fragilidade da consciência humana: paradoxos.

Se acreditamos que o Universo é perfeito e harmonioso, por que todas as religiões pregam o aperfeiçoamento humano? E mais: todas pregam aceitar os desígnios divinos!

Nós, terráqueos, temos mania de achar que estamos separados do céu, como se isso fosse possível. Dividir céu e terra - natureza e humanidade - faz com que a gente se sinta fora do Grande Mistério.

Acreditamos que somos imperfeitos dentro de um Universo perfeito. Buscamos harmonia, quando já estamos nela.

O desafio é decifrar a perfeição da nossa vida individual. A chave, perceber o prazer que temos quando promovemos virtudes.

Delicadezas na Lua Cheia (Lua Jã)



sexta, 31 de agosto, às 20h30


o artista leandro carvalho irá conduzir uma oficina de desenho com grãos.

a proposta do ano astrológico é percorrer o zodíaco através de modalidades artísticas relacionadas a cada signo.  


nesse encontro, o sol em virgem nos remete ao detalhe percebido pelos olhos abertos, precisão;
à importância do esmero e organização, à busca pela perfeição.a lua em peixes aponta para a totalidade, o sonho, o dissolver-se no entorno, a magia da percepção dos olhos fechados.


importante a pontualidade!


contribuição espontânea: cerveja em lata

próx. Metrô Vila Madalena
 



Lua Nova dia 17/08 às 12h54 em Sampa.



Por Patrícia Mattar Oliva


Sol, Lua em Leão, sextil com Marte e Saturno em Libra.

A Vida ensina a busca de harmonia e perfeição, mesmo sem que a gente queira.

Tornar a convivência cada vez melhor é o processo chamado de civilização. E isso depende da condução dos governantes e da disposição de cada cidadão.

Vivemos, aqui no Brasil, o julgamento de políticos, com muita expectativa - por parte da população - de que acabe a impunidade dos que podem mais e legislam a favor de privilégios próprios.

Saber do poder pessoal e usá-lo com nobreza faz do homem um rei, o governante da própria vida. Podemos aproveitar o momento de ansiedade por Justiça para um auto julgamento, exame de consciência, ser o juiz de si mesmo.

O desafio é perceber a característica dominante na nossa personalidade, definir que “rei sou eu”. A chave, enxergar onde manipulamos privilégios em detrimento do alheio.

Desenho-Vivo



domingo, 19/08, 17h30




Após as férias, o desenho na jã está de volta. no próximo domingo, faremos o primeiro encontro do semestre. tragam seus materiais, e tragam aqueles deliciosos comes e bebes para o brinde no final!


próx. Metrô Vila Madalena
 

Musica Jã - Paulo Freire e Ana Salvagni




sábado, 11/08 às 17h30
Paulo Freire e Ana Salvagni
viola e voz


contribuição espontânea: cerveja em lata

Entrada pela Rua João Alberto Moreira, 50.(mapa)
próx. Metrô Vila Madalena